17.9.07

+ da série poemas refeitos

quando te encaro olhos de precipício
você me diz pule
eu me dispo


-----------------------------------------------

meu útero abriga uma saudade
que vai crescendo com os meses
como um feto em gestação
q
ue nunca nasce

2 comentários:

Anônimo disse...

bia,

poemas curtos são difíceis. não tem mais ou menos. te quiero. bjos, ch.

makely disse...

Se é pra ficar nesse patamar, acho que todos merecem refazimento!
Beijos