12.8.07

Novo do velho poema

Mudei alguns versos de um poema. Achei que ainda não estava bom. Fui mexer mais nele hoje, e a partir de um verso novo, me surgiu um outro poema, que não guarda qualquer semelhança com o primeiro. Achei interessante esse processo. Segue o resultado (ainda não dei título):

queria ser a princesa dos teus contos de fadas
mas nossos reinos são distantes tantas léguas!
você se tranca em seu castelo de cartas
e-mails poemas
eu construo castelos de areia
que a onda leva...

6 comentários:

ACSB disse...

tem ternura, tristeza, e é lindo.

inté,
antonio

Beatriz Tavares disse...

Obrigada!

Anônimo disse...

gostei disso ! bj ch.

Beatriz Tavares disse...

Que bom, é teu! Beijos!

Saulo Jacques disse...

olá beatriz!

estarei sumido também estudando pra concursos e correndo à procura de um emprego!
você parou de fumar e eu estou mais do que nunca!

tentarei ir ao cep, estou curioso pra ver o espaço

beijins sonoros

Beatriz Tavares disse...

Então, boa sorte! Tomara que vc passe logo no concurso pra voltar a poetar por aí!... O Jockey acolheu muito bem o CEP. Tem que ir lá ver! Beijos!