23.10.10

de quando lamentávamos o disco arranhado

hendrix na vitrola
você na cabeça
e esse meu maldito gosto por coisas antigas:
hendrix, vitrola, você.
vou quebrar o disco e destruir a vitrola
e o que eu faço com você?
o que eu faço com você?!
vou deixar tocar mais uma faixa
a vitrola não tem culpa
hendrix não tem nada com isso
vou deixar tocar todo o disco - lado A e lado B!
e o que eu faço com você? o que eu faço com você?!
e esse disco arranhado saltando no peito
e esse meu maldito gosto por coisas antigas...

2 comentários:

R. disse...

Um toca-discos quebrado é uma visão desoladora, como esse poema.
Acabei não vendo tua apresentação ontem, houve um imprevisto (muito bom, mas ainda assim imprevisto). Parece que dia 06 terei outra chance. Essa está confirmada também, no parque das ruínas?
Beijo e de novo parabéns pela certeiras e nada previsíveis palavras.

Beatriz Provasi disse...

choveu à beça tb...tava meio vazio. mas foi bem legal, fizemos com um amigo na gaita! dia 6 tá certo, vai rolar um evento lá durante todo o dia, mas ainda tenho q confirmar o horário q a gente vai entrar. assim q me mandarem, eu publico aqui a programação completa. beijos!