15.6.13

Olha, você esqueceu uma coisa aqui em casa. O seu cheiro. Ele se escondeu nas dobras dos lençóis e não me deixa dormir. Ele me faz cócegas nos pés. Ele surge sorrateiro debaixo dos travesseiros, e brinca com os meus cabelos. Ele está bagunçando tudo aqui, não para quieto. Ele até recita Clarice, você precisava ver. Olha, isso não está certo, largar o cheiro assim, sem mais nem menos, na casa dos outros. Eu não sei o que fazer com ele. E o que ele faz comigo, sem você, não tem graça. Faça o favor de vir buscá-lo, sim? Quando você vai embora, deve levar tudo o que é seu. Inclusive, eu.

7 comentários:

Mariana Junqueira disse...

A D O R E I! ;)

Beatriz Provasi disse...

valeu! beijos

R. disse...

Que lindo. Que leveza boa.
Bjos!

Rodrigo

Beatriz Provasi disse...

valeu, rodrigo! e eu nem tinha me dado conta disso... realmente, tem uma leveza aí. um certo ar de brincadeira, certo? apesar disso ser muito sério. e aí, já viu se tinha o livro lá em copa? essa terça eu vou estar num evento no jd. botânico, se quiser passar lá, eu levo o livro pra vc. beijos

R. disse...

Eu comecei a ler achando que ficaria mais pesado, mas o humor amenizou o desespero. Ou seja, você brincou com as expectativas dos seus leitores, isso não se faz, rsrs.

Beatriz, uma amiga passou lá pra mim e não tinha! Eu ia te pedir por aqui, mas esqueci... Terça no jd. botânico? seria ótimo! Me passa as informações, muita gentileza sua, mesmo!

Beatriz Provasi disse...

cara, foi mal a demora em responder... mas acabei não indo no tal evento. essa semana estou por conta das manifestações de rua. minha poesia agora é mais nos muros que nos livros, menos no meu corpo e mais no corpo do mundo. depois combinamos a entrega do livro... valeu! beijos

R. disse...

sem problemas, tá tudo uma bagunça aqui também. A hora é de aproveitar que as avenidas estão mais pulsantes de vida. Quem sabe não te encontro nas ruas, rabiscando suas letras? Até a próxima, então! Bjo!